revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

PM busca parceria com polícias para mega operação contra o tráfico de drogas

Policiais voltaram pela 6ª vez na região da antiga rodoviária

01 de Novembro de 2019
11:45
Foto: Bruno Henrique/Correio do Estado

O Primeiro Batalhão da Polícia Militar da área central vai buscar parceria com a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para montar mega operação contra o tráfico de drogas a partir do ano que vem em Mato Grosso do Sul. Nesta sexta-feira, início de novembro equipes da Polícia Militar, Batalhão de Choque da Polícia Militar e agentes da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) voltaram pela 6ª vez na região da antiga rodoviária e da Orla Ferroviária em mais uma fase da operação Laburu- que visa coibir o índice de tráfico e furtos na região. De acordo com o tenente coronel Claudemir de Melo da Polícia Militar, desde o início da operação houve a diminuição de usuários de drogas na região, mas o problema nem tão fácil é extinto. “Assim como todas as operações, o objetivo é resgatar o valores da antiga rodoviária, pacificar a região central e coibir o uso de entorpecentes e tráfico de drogas”, disse. Ainda segundo Melo, em média durante as fases da operação 250 pessoas são abordadas e 6 presas com entorpecentes ou que estão foragidas da justiça. A operação está programada para acontecer até dezembro, segundo a Polícia Militar. No entanto, segundo o tenente coronel, já estão em tratativas com a PF e PRF para no ano que vem com foco de barrar traficantes que acessam a Capital por meio da fronteira, para assim acabar com o tráfico na região central, uma vez que os usuários de drogas acabam sendo vítimas dos meliantes. PELA SEXTA VEZ Conforme apurado pela reportagem, a sexta fase da operação começou na noite de ontem e deve ser finalizada por volta 13h desta sexta-feira. Balanço parcial divulgado pela corporação, até essa manhã, são que 80 pessoas e 34 veículos foram abordados, seis pessoas foram conduzidas a delegacia e três mandados de prisão foram cumpridos, além de 17 quilos de cocaína apreendidos. A operação dessa vez não é só na antiga rodoviária. Setenta policiais com ajuda de cães farejadores foram também até a Orla Ferroviária- lá foram encontrados dois alicates que seriam utilizados em furtos na região. Eles também foram em residência nas imediações na rua João Rosa Pires, lá um homem argentino foi levado a Polícia Federal porque não estava com documento que comprova visto e em regiões próximos a terminais de ônibus, como o ponto do Hércules Maymone. Também foi realizada uma campanha educativa com entrega de panfletos na Avenida Afonso Pena com dicas de segurança básica à população. Morador em situação de rua, Elton John, de 29 anos, é usuário de drogas há 17 anos e mora próximo a região da antiga rodoviária. Ele disse a reportagem do Correio do Estado que há dois anos deixou a família em Corumbá e veio para a Capital onde é refém do vício. “É uma situação complicada, é preciso saber segurar (o vício), clínica e igreja não resolve nada”, contou. Outro suspeito conseguiu fugir e escapar por tubulação em córrego da região. PM fez diligências com ajuda do Corpo de Bombeiros, mas o morador de rua não foi localizado. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!