revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

Comércio puxa resultado positivo na geração de empregos em MS

Estado encerrou outubro com saldo positivo na abertura de vagas, mas resultado é o pior dos últimos quatro anos

21 de Novembro de 2019
16:54
Foto: Valdenir Rezende / Arquivo / Correio do

Impulsionado pelo saldo positivo do comércio, Mato Grosso do Sul encerrou o mês de outubro com a criação de 691 vagas de emprego com carteira assinada, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (21) pelo Ministério da Economia. Em outubro, houve 19.375 admissões e 18.684 demissões no Estado, que resultaram no saldo de 691 postos de trabalho. Apesar de positivo, este é o pior resultado para o mês desde 2015, quando foram gerados 41 empregos. Em outubro do ano passado, saldo foi de 1.122 vagas. O mês costuma ser marcado pelo pelas contratações de fim de ano no comércio, que neste ano deve contratar aproximadamente cinco mil temporários em MS. Como resultado, o setor foi o que mais abriu vagas de empregos formal, com admissão de 5.558 funcionários e demissão de 4.659, dando um saldo de 899 vagas. Agropecuária também registrou saldo positivo, de 173 postos de trabalho. Todos os demais setores tiveram mais demissões do que contratações, sendo construção civil a que teve o pior resultado, com fechamento de 136 vagas, seguido por serviços (-134), indústria de transformação (-58), serviço industrial de utilidade pública (-41), extrativa mineral (-7) e administração pública (-5). No acumulado de janeiro a outubro de 2019, o saldo do Caged foi positivo em 19.759 841.589 vagas. Já nos últimos 12 meses, Estado acumula saldo positivo de 8.399 novas vagas. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!