revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

Policial militar sai para doar cômoda e é encotrado morto a tiro

Ele foi encontrado enforcado e com tiro no peito em mata

23 de Novembro de 2019
17:00
Foto: Osvaldo Duarte / Dourados News

Policial militar da reserva, Alcides Nerys de Oliveira, 69 anos, foi encontrado morto na manhã deste sábado (23), com um tiro no peito, dentro de uma mata em Dourados. Conforme a família, o policias estava desaparecido desde a tarde de sexta-feira (22), quando saiu para fazer a doação de uma cômoda. A família de Alcides chegou a registrar um boletim de ocorrência por desaparecimento na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac). Mãe afirmou à polícia que o filho saiu em uma Saveiro, com uma cômoda na carroceria, e não mais voltou. Ela disse ainda que o telefone estava desligado e que o PM não dormia fora de casa e sempre avisava onde estava. Por volta das 10h deste sábado, um policial militar aposentado, amigo da vítima que saiu para procurá-lo, encontrou o carro de Alcides estacionado próximo a uma mata. O amigo adentrou na mata e encontrou a vítima com o corpo suspenso através de uma corda amarrada no galho de uma árvore e acionou a Polícia Civil. Perícia feita no local constatou que, além do enforcamento, a vítima tinha uma lesão causada por arma de fogo no tórax. Um revólver calibre .38, que era de propriedade do policial, foi encontrado caído próximo ao corpo, com uma munição deflagrada. Duas testemunhas relataram à polícia que o carro da vítima já estava na estrada, próximo ao acesso ao interior da mata, desde sexta-feira, por volta das 19h. A Polícia Militar de Mato Grosso do Sul emitiu nota de pesar, informando que Alcides era 3º sargento e ingressou na corporação em 1973, permanecendo na ativa até 2011, quando foi para a reserva. “O Comandante-Geral da Polícia Militar, Coronel PM Waldir Ribeiro Acosta, em nome da instituição, externa condolências e roga a Deus que conforte toda a família e amigos do militar, bem como, se coloca à disposição destes”, diz a nota. Corpo será velado até 18h, na Capela Bom Jesus, em Dourados. O caso foi registrado como morte a esclarecer e a Polícia Civil investigará as circunstâncias. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!