revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

Preços de carnes variam até 109% na Capital

Confira pesquisa do Procon com preços praticados em cada estabelecimento

20 de Dezembro de 2019
18:27
Foto: Álvaro Rezende / Correio do Estado

O churrasco continua sendo protagonista das festas de fim de ano e, por conta da demanda, os preços dos produtos sobem no período. Além da alta no preço da carne observada em todo o País, pesquisa do Procon Municipal aponta variação de até 109% no valor dos cortes de carne de um estabelecimento para outro, em Campo Grande. Pesquisa foi realizada em 16 estabelecimentos comerciais, sendo oito casas de carnes e oito supermercados, nos valores de carnes bovinas de primeira e segunda, carne suína e aves. Maior variação foi encontrada no preço do quilo do músculo, que é vendido a R$ 16,95 em um supermercado e R$ 35,49. A maminha, carne bovina de primeira, também tem grande diferença, comercializada a preços entre R$ 25,99 e R$ 52,99, variação de 104%. Com relação as carnes suínas, costela é a que apresenta maior variação, de 90%, com menor preço a R$ 12,39 e o maior a R$ 23,49, diferença de R$ 11,10. Lombo, tradicionalmente servido na ceia, custa de R$ 12,99 a R$ 19,98. Quanto as aves, coxa e sobrecoxa é encontrada por R$ 6,99 em um estabelecimento e a R$ 12,49 em outro, diferença de 79% no preço. Por conta da grande variação de preço para a mesma quantidade e corte das carnes, orientação do Procon é que os consumidores façam pesquisa antes de realizar a compra. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!