revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

Contas de energia em atraso podem ser parceladas em até 12 vezes

Clientes da Energisa tem a opção de renegociar contas com um dia de vencimento

31 de Março de 2020
18:46
Foto: Divulgação

A concessionária de energia que atende a maior parte dos consumidores de Mato Grosso do Sul, a Energisa, anunciou nesta terça-feira (31) que facilitará o pagamento das contas em atraso em até 12 vezes. As novas condições anunciadas valem para clientes residenciais, residenciais rurais e serviços essenciais. Com o mínimo de 10% de entrada, o consumidor em débito poderá parcelar em até 12 vezes. De acordo com o gerente comercial da Energisa, Helier Fioravante, as facilitações valem para clientes com contas em atraso a partir de um dia. Antes, esse tipo de benefício era concedido apenas aos consumidores com contas atrasadas há mais de 30 dias. “Estamos sensíveis diante desse momento difícil e queremos ajudar os nossos clientes a manterem o equilíbrio financeiro durante o período de pandemia de Covid-19”, afirma Fioravante. A negociação dos débitos pode ser realizada de forma virtual, utilizando os canais digitais de atendimento: WhatsApp 67 99980-0698, aplicativo Energisa On (disponível nas lojas virtuais), no site e o por telefone no 0800 722 7272. As agências de atendimento estão temporariamente fechadas, seguindo a determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para evitar a propagação do novo coronavírus. PAGAMENTO Para garantir a manutenção do fornecimento de energia o faturamento do consumo continua normal. Os clientes podem quitar suas contas nos canais tradicionais, como aplicativo do banco, agências bancárias, banco 24h e outros agentes arrecadadores, como mercados, farmácias e lotéricas, que seguem abertos. Fioravante recomenda que o cliente use os canais digitais de pagamento ou solicite à Energisa a inclusão do pagamento por débito automático, a fim de evitar aglomerações nos canais presenciais. “Além dos canais de pagamento virtuais, o cliente ainda pode recorrer ao débito em conta pelo site da distribuidora. Basta que ele tenha conta em um dos bancos conveniados e aceite os termos da adesão. Mas caso seja realmente necessário realizar o pagamento pessoalmente, incentivamos que tome todas as medidas de prevenção, como manter a distância de pelo menos 1 m e usar álcool em gel após o uso dos dispositivos”. O gerente comercial acrescenta ainda, que apesar da suspensão dos cortes de energia durante 90 dias a empresa quer incentivar o consumidor a não acumular contas. “Ainda que os cortes de energia por atraso de pagamento estejam suspensos por 90 dias, por determinação da Aneel, a Energisa quer ajudar os clientes desde agora a passarem por essa crise da melhor forma possível, evitando o acúmulo de contas e mantendo a saúde financeira da família”, finalizou Fioravante. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!