revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

Residencial de luxo concentra maioria de casos da Covid-19 em Campo Grande

Plataforma criada pela prefeitura aponta distribuição geográfica dos casos confirmados

01 de Abril de 2020
18:07
Foto: Reprodução

Casos de coronavírus confirmados em Campo Grande, que até a tarde desta quarta-feira (1º) somam 37, concentram-se nas regiões do centro e Bandeira, principalmente nos bairros Vilas Boas e nos residenciais Damha. É o que aponta ferramenta virtual por meio de mapa georreferenciado, disponibilizado pela prefeitura através do Sisgran, e mostra a distribuição geográfica dos casos confirmados e suspeitos. A representação visual no mapa é apenas uma percepção da densidade -denominado pontos de calor, e não identifica pessoas ou endereços. Conforme a plataforma, das sete regiões urbanas de Campo Grande, seis têm casos confirmados da Covid-19, sendo o Anhanduizinho a única que não teve resultado positivo, apenas três suspeitos. Na região do Lagoa, são dois casos confirmados, sendo um no União e um no Coophavilla II; No Imbirussu há casos no Jardim Aeroporto, Vila Almeida e Vila Alba; No Segredo, casos confirmados estão no José Abrão, Monte Castelo e Gabura; No Prosa, são dois casos no Carandá Bosque II e um no Carandá Bosque I e Vila do Polonês. No Centro são sete casos, nas imediações do São Francisco, Cruzeiro, Vila Ilgenfritz, Vila Santa Odete, Jardim dos Estados, Itanhangá e Bela Vista. Já no Bandeira estão concentrados a maioria dos pacientes que testaram positivo, com grande número de confirmações nos residenciais Damha I, II e III, Vilas Boas, além de casos isolados no Tiradentes, Morumbi e região do Universitário. Até a tarde de hoje, Campo Grande tem 317 notificações suspeitas, com 251 descartados, 37 casos confirmados da Covid-19, doença causada pelo coronavírus, 28 casos suspeitos e um excluído. Das confirmações, 22 pacientes foram considerados curados, nove estão em isolamento domiciliar e seis internados. Por sexo, os resultados positivos estão equilibrados, com 51% dos pacientes homens e 49% mulheres. Pessoas na faixa etária entre 30 e 39 anos são maioria de confirmações, seguida por 40 a 49 e 20 a 29 anos. Os casos serão atualizados diariamente no mapa do Sisgran para que a população possa acompanhar a distribuição geográfica e o perfil das pessoas com casos confirmados do novo coronavírus, através do site. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!