revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

Transmissão de aulas pela tv aberta começa na segunda-feira

Conteúdo é o mesmo do que seria repassado em sala e visa atender alunos que não tem internet

22 de Maio de 2020
16:46
Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Governo do Estado iniciará na segunda-feira (25) a transmitir aulas por um canal de televisão aberta, para alunos da rede estadual de ensino de Mato Grosso do Sul. Conteúdo que será transmitido via sinal digital de televisão é o mesmo que seria nas salas de aula presencialmente. A Emissora escolhida foi a Rede MS Integração de Rádio e Televisão, grupo que controla a TV MS (afiliada da Record TV) e emissoras de rádio em Campo Grande e no interior. Iniciativa tem objetivo de ampliar o atendimento aos estudantes da rede estadual na execução das atividades remotas, que foram adotadas desde o dia 23 de março, devido a pandemia do coronavírus. Avaliação feita apontou que, pelas ferramentas online, o alcance do conteúdo não era satisfatório. Inicialmente, transmissão será disponibilizada para os municípios de Campo Grande, Bonito, Corumbá, Dourados, Ladário, Ponta Porã e Três Lagoas, que, somados, concentram 110 mil estudantes matriculados em escolas estaduais. Além dos alunos da rede estadual, como a TV é aberta, conteúdo disponibilizado deve alcançar também cerca de 360 mil alunos de todas as redes, públicas e privadas. Veiculação das aulas seguirá diretrizes do Currículo de Mato Grosso do Sul, construído em regime de colaboração desde 2018. Na segunda-feira, aulas estarão disponíveis a partir das 7h, no canal 11.2 (sinal digital), e serão reprisadas nos períodos da tarde e noite. Nos intervalos, serão transmitidas mensagens de apoio no período de estudos, gravadas pela Secretaria Estadual de Ensino (SED). A partir de terça-feira, reprises da programação do dia anterior estarão disponíveis no canal 11.3. Dessa forma, os estudantes poderão assistir ao mesmo conteúdo por dois dias seguidos, caso queiram, permitindo revisar o conteúdo veiculado. Além disso, as aulas serão disponibilizadas no canal da Secretaria de Estado de Educação no Youtube para o acesso “on demmand” , e também haverá exibição de materiais de estudo pela TV Educativa nas próximas semanas. TELECURSO Desde o dia 23 de março, alunos, professores e todo o sistema precisaram se adaptar às medidas de isolamento social por causa do coronavírus, utilizando estratégia de aprendizagem de forma remota para os 210 mil alunos da rede. Rede MS Integração de Rádio e Televisão foi escolhida sem licitação, amparada pelo estado de calamidade pública que vigora em razão da pandemia de Covid-19, doença causada pelo coronavírus. O valor do contrato é de R$ 663,9 mil. O conteúdo televisionado é um reforço para a educação e auxilia principalmente os alunos que não têm acesso à internet. Atividades e videoaulas já são disponibilizadas em plataformas na internet, mas estudantes que não têm acesso à rede em casa podem ser prejudicados. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!