revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

“Nada está passando batido”, diz procurador sobre fiscalização em frigoríficos de MS

Distanciamento entre setores e aferição de temperatura são uma das medidas

22 de Maio de 2020
13:59
Reprodução/Instagram

É fato que as vistorias nos frigoríficos de Mato Grosso do Sul ficaram extremamente rigorosas por conta dos casos de contágio do novo coronavírus, como aconteceu em Guia Lopes da Laguna na região oeste do Estado. Durante transmissão ao vivo pelo Instagram, o procurador Jeferson Pereira do Ministério do Trabalho da procuradoria de Dourados destacou que todos os trabalhos de enfrentamento da doença estão sendo realizados e “nada está passando batido” nas plantas dos frigoríficos principalmente dos municípios afetados. “A atuação do MPT está atenta a toda situação, nada está passando batido, estamos trabalhando junto às pessoas, as empresas, não houve redução do consumo, pelo contrário teve aumento, a empresa tem que gerar sua renda, mas de forma segura com todos os protocolos de segurança”, disse. O procurador explicou que alguns frigoríficos, como de Guia Lopes, por exemplo, já estão atuando normalmente com menor capacidade sem a presença de funcionários do grupo de risco como idosos, gestantes, e pessoas comorbidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde, e todos os protocolos de biossegurança já estão funcionando desde a recomendação no dia 22 de março, conforme fiscalizado das equipes do Ministério do Trabalho e ajuda de sindicatos. “O MPT tem atuado incisiva e contundente no enfrentamento da pandemia. Com isso mostramos a sociedade a finalidade que é estar junto e apoiando os trabalhadores e empresas, para que eles nos auxiliem no enfrentamento da pandemia”, explicou. Dentre as recomendações do MPT que estão sendo realizadas nas plantas dos frigoríficos, sendo o procurador é o distanciamento dentro dos setores, áreas de descanso, aferições de temperaturas e até registro de ponto. Além da diminuição da capacidade nos ônibus entre outros, que na visão dele, facilitou nos trabalhos de enfrentamento. Para ajudar no combate à pandemia, a Secretária de Estado de Saúde encaminhou cerca de mil testes rápidos que foram distribuídos às prefeituras de Guia Lopes da Laguna (500), Bonito (250) e Jardim (250). Em Dourados, o procurador citou que as estratégias para enfrentamento está evoluindo com doações de Equipamentos Individuais (EPIs) aos hospitais locais, cestas básicas e móveis para pessoas que estão sem trabalhar e ação conjunta para a ampliação de leitos. Além da doação, o procurador do Ministério do Trabalho criticou as secretarias na compra e distribuição de materiais aos municípios. “ É muito complicado a questão dos equipamentos individuais, estão sendo doados hoje pela JBS e o município precisava estar aparelhado com isso. Já se passaram dois meses e está faltando equipamentos para os profissionais de saúde, eles são os primeiros que precisam de apoio porque estão na linha de frente”, finalizou. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!