revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

Prefeitura implanta blitz, mas volta a abrir comércio no fim de semana

Toque de recolher passará a vigorar a partir das 21h e comércio poderá funcionar aos sábados

30 de Julho de 2020
22:59
Foto: Reprodução

Prefeitura de Campo Grande, anuncia blitz: O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD) anunciou nesta tarde que a partir de hoje (30) começaram a ocorrer diversas blitz pela cidade para reduzir o número de condutores conduzindo alcoolizados. A medida, segundo o gestor, é a forma que a administração encontrou para reduzir o número de mobilidade no município e evitar que ocorram acidentes de trânsito. O comércio, porém, voltará a funcionar durante o fim de semana. Segundo o prefeito, a decisão foi tomada como uma forma de reduzir os traumas, que é um dos principais motivos de internação em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) na Capital. Bafômetro: “Vamos colocar, a partir de hoje, um número assustador de funcionários para realizar exames com bafômetros naqueles que estão circulando com carro e com moto dentro da nossa cidade”. A ação deverá contar com policiais militares, funcionários do governo do Estado e também da prefeitura de Campo Grande. “Você está pilotando moto sem CNH, com documentação vencida, você que está acostumado a dirigir alcoolizado ou com algumas doses de álcool no sangue, não sai na rua a partir de hoje, se você quiser arriscar arrisque, mas colocaremos pessoas nas ruas”, disse Trad em transmissão por suas redes sociais. “Chegamos a conclusão que nem sempre o lockdown tem tido efeito na nossa cidade, no início de março surtiu efeito no índice de isolamento, tínhamos 73% de isolamento, todavia, foi perdendo força entre a comunidade da nossa cidade de que o isolamento social era extremamente decisivo para o não contágio do novo coronavírus. Por isso há 15 dias exaurimos um decreto de mini lockdown, para ver o comportamento das pessoas e a população não foi acolhedora, algumas atividades econômicas saíram prejudicadas, deram a sua contribuição, só que a população entendeu diferente”, declarou o prefeito, que voltou a confirmar que a medida não será tomada na Capital, mesmo com taxa de ocupação de leitos de 86%. Por conta disso, o prefeito disse que o foco agora é reduzir a mobilidade urbana, inibindo que pessoas embriagadas e sem documentação possam transitar pela Capital. Ainda segundo Trad, as fiscalizações serão feitas em todas as regiões de Campo Grande. Comercio e academias: Ao lado de representantes da Câmara dos Dirigentes Logistas (CDL) e da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), o prefeito também anunciou que o decreto sobre o regramento para o setor será publicado ainda hoje e que não continuará a ser realizado o lockdown de fim de semana, como ocorreu nos dois últimos sábados e domingos. Enquanto isso, o comércio do varejo poderá funcionar de segunda a sexta-feira das 9h às 19h, aos sábados das 9h às 16h e aos domingos fica fechado. Já os shoppings centers abrem de segunda a sexta-feira das 11h às 20h. As academias poderão funcionar das 5h às 21h de segunda a sexta e das 5h às 16h aos sábados, domingo ficam fechadas. Os salões de beleza abre das 5h às 21h de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h nos sábados e fecha aos domingos. Já os restaurantes terão permissão para abrir todos os dias, 5h às 21h. Os estabelecimentos essenciais podem funcionar 24h. Toque de recolher: Trad afirmou que o toque de recolher, a partir de 1º de agosto até o dia 16 do mesmo mês vai das 21h às 5h. Fonte: Correio do Estado

Matéria não encontrada!