revistadestaque@terra.com.br
(67) 3384-4384

Congresso do Peru decide abrir processo de impeachment contra Vizcarra

Presidente foi flagrado em gravações pedindo a assessores que mentissem sobre encontro com músico acusado de corrupção.

11 de Setembro de 2020
22:21
Foto: Guadalupe Pardo/Arquivo/Reuters

O Congresso do Peru aprovou nesta sexta-feira (11) a abertura do processo de impeachment contra o presidente Martín Vizcarra. Ele enfrenta grave crise política depois da divulgação de áudios em que pede a assessores para que mintam em um inquérito parlamentar. A gravação mostra Vizcarra conversando com duas assessoras sobre as idas de Richard Cisneros, um músico e ex-assessor do governo, ao palácio presidencial. Elas prestariam depoimento em um inquérito sobre esse ex-funcionário. "É preciso dizer que ele entrou duas vezes", pede Vizcarra. "O que fica claro é que nessa investigação todos estamos envolvidos", acrescenta o presidente, nos áudios. A aprovação da admissibilidade do impeachment recebeu 65 votos a favor da abertura e apenas seis contra, além de 24 abstenções. Os congressistas devem debater e votar a possível saída de Vizcarra da presidência peruana na manhã da próxima sexta-feira, 18 de setembro. Richard Cisneros, conhecido como Richard Swing, é um cantor contratado pelo governo como orador e apresentador. O caso explodiu em maio, quando a imprensa descobriu que o Ministério da Cultura havia oferecido contratos supostamente irregulares de US$ 10 mil (cerca de R$ 53 mil) a Cisneros, um artista pouco conhecido na mídia local, em meio à pandemia do novo coronavírus. Em vídeo divulgado nesta sexta, Vizcarra afirmou que não vai renunciar ao cargo. Para o presidente, a única questão legal que recai sobre os áudios é o que ele chama de "uso de gravação clandestina". Ele não negou, porém, o teor dos diálogos. "Não vou negar a conversa, mas foram coordenações internas que se fazem em qualquer instituição, uma forma de esclarecer o que estava ocorrendo no marco das investigações", alegou Vizcarra. Fonte: G1

Matéria não encontrada!